[Resenha] Pedras Negras, de Cesar Luis

capa72Autor: Cesar Luis

Editora: Editora Filhos do Vento

Páginas: 370

Ano: 2015

Sinopse:

“A normalidade da vida sempre é quebrada por algum fato insólito e esse, seja qual for sua natureza, nos coloca em movimento por reação. São situações que não esperamos conscientemente, que não temos nenhum controle, mas que fazem parte integrante do misterioso “porquê” de nossa existência.

                Fernando Eastman é um rapaz da ciência e da razão que se envolve apaixonadamente numa jornada repleta de situações impossíveis em terras do Peru e Bolívia. Acompanhado de Rico e Lia, ele é desafiado por mistérios, conspirações e intrigas envolvendo uma antiga lenda pré-Inca, crânios alongados, outlanders e poderes ocultos. É preciso encontrar um livro. Esse livro encerra um dos maiores segredos da história humana e esse segredo não pode vir à tona.

                O grupo de amigos se envolve numa aventura que não desejavam, não imaginavam sequer ser possível, mas que, devido às circunstâncias, irresistivelmente se deixaram envolver. Tudo numa corrida frenética para revelar a verdade sobre a vida no planeta Terra. Seu objetivo é fazer com que essa Verdade, ou pelo menos parte dela, possa ser entregue à Humanidade.

                É uma busca para corrigir erros graves no pensamento humano que causam muito sofrimento. Uma narrativa cheia de surpresas, suspense e questionamentos.”

Eu sei que já era para eu ter feito essa resenha na sexta, mas, como não consegui finalizar a leitura até sexta passada, acabei não postando nada e tirei a tarde para ler. Peço mil desculpas por isso, mas de agora em diante vou seguir a programação, já estou com algumas ideias em mente e creio que mais novidades estão a caminho!

Voltando a falar do livro… Farei primeiro um breve resumo e em seguida direi o que achei junto de uma analise critica.

Fernando Eastman era um arqueólogo brasileiro, filho de Paulo Eastman – um rico empresário -, o qual o havia incentivado a ser o que ele gostaria de ser, e o que fez com que ele se interessasse em buscar desvendar os mistérios da humanidade. Recentemente Fernando havia recebido um pedido urgente para se juntar ao professor Vicenzo Fontanoura como Assistente de Pesquisas, pois Fontanoura precisava de sua ajuda para desvendar o que estava por trás daquela câmara que eles haviam descoberto a pouco na região de Machu Picchu.

Após a descoberta dessa câmara secreta, todas as pessoas que moravam perto daquela região, ou seja, aquelas que moravam na vila de Águas Calientes, começaram a saber, da noite para o dia, sobre a lenda de uma mulher, chamada Orejona, que supostamente teria dado início à civilização Inca.

“- A história em si não é nova, ela é muito antiga, nós já sabíamos dela. Mas eles falam de um livro. Esse livro é um elemento novo na lenda e ele realmente me intriga. Eles não sabem explicar de onde veio a história, nem como ela ‘apareceu’ no consciente dessa gente toda, mas cada pessoa com quem se fala na vila diz exatamente a mesma versão da história, com os exatos mesmos detalhes, enfim, falam do livro… eles não sabem nada, mas ao mesmo tempo sabem tudo.” – Pág. 44, fala do prof. Fontanoura

E é sobre ir atrás desse livro, que contém grandes verdades, que a missão de Eastman se tratará. E para isso contará com a ajuda de Rico, um peruano que também estava ajudando na pesquisa sobre a câmara e em quem Fontanoura confia, ele será indispensável nessa aventura que conta também com Odalisca, chamada mais comumente de Lia, uma aeromoça de 30 anos que apesar de seu pouco conhecimento será essencial para esse mistério.

Ao seguir essa jornada Fernando irá fazer grandes descobertas, e enfrentará inúmeros perigos que envolvem coisas que antes eram inimagináveis para ele.

Agora que já expliquei um pouco do que se trata a história, vamos ao que achei e a analise critica.

O livro é narrado na terceira pessoa, de forma que o autor dá a impressão de estar falando diretamente com a gente sobre toda a trama – coisa que ele faz algumas vezes. Gostei muito das descrições feitas, por elas pude imaginar claramente como eram os cenários e qual a sensação que se tinha neles ao estar neles.

Na narrativa, o narrador também trás uma miscelânea de conhecimentos relacionados a religião, arqueologia, lendas e mitos, mas que podem, talvez, não agradar a todos.

Nela foram explícitos algumas curiosidades sobre os lugares narrados bem interessantes, e também algumas questões que nos levam a refletir sobre vários assuntos, apesar de nem todos serem de fato verdadeiros, e que alguns não são realmente grandes questionamentos, mas que na verdade já foram, de certa forma, desvendados.

Creio que a ideia principal do autor ao escrever o livro foi nos mostrar como somos manipulados, e que devemos buscar mais conhecimento e não nos deixar influenciar pelas coisas erradas e que nos levam a nada, um conhecimento que de fato nos seja realmente útil e bom, que devemos ir em busca da verdadeira Verdade que muitos já esqueceram.

Classificação: 3,5/5

Onde encontrar o livro Pedras Negras:

Editora Filhos do Vento: http://www.livraria.editorafilhosdovento.com.br/pedras-negras-

E é isso, espero que tenham gostado! Alguma dúvida, observação, pode comentar ali embaixo, se gostaram e vão ler, se não vão, podem me contar nos comentários!

Beijos e abraços!

Até o próximo post…

Anúncios