[Resenha] Nêmesis, Agatha Christie

e2b0a230-1778-44f6-846f-940ad3082a55Autor(a): Agatha Christie

Editora: Nova Fronteira

Páginas: 266

Sinopse: Ao folhear seu jornal vespertino, Miss Jane Marple se depara com a inesperada notícia da morte de Jason Rafiel, um milionário que a ajudou a evitar uma tragédia não muito tempo atrás, numa viagem ao Caribe. Uma semana depois, ela descobre que o finado lhe deixou uma herança – que ela só receberá se conseguir solucionar mais um mistério. Mas como resolver esse caso se Mr. Rafiel não forneceu qualquer informação acerca do crime, do lugar, do assassino ou da vítima? Por onde Miss Marple poderia sequer começar? Seria essa apenas uma brincadeira de mau gosto? Ou o ato final que provará, de uma vez por todas, sua perspicácia e vocação como a Nêmesis vingadora, a Justiça inescapável?”

Fonte: Site da Livraria da Travessa.

Não sei se eu já disse isso antes, mas eu amo muito, muito mesmo, a Agatha e seus livros. Ainda não li todas as suas obras, mas já deduzo que sejam incríveis, pois a partir dos livros dela que já li, já pude perceber o quão geniais e “naturais” eles são.

A maioria de seus livros tem como detetive Hercule Poirot, o meu personagem preferido dela, já em alguns outros, como nesse livro, temos como “detetive” a Miss Jane Marple – uma senhorinha idosa e simpática, que mora no interior da Inglaterra, em St. Mary Mead.

“- Essa velha me dá arrepios – disse Sir Andrew McNeil, depois de agradecer e se despedir de Miss Marple.

– Tão delicada… e tão implacável – concordou o assistente de comissário.” – Pág. 252

Miss Marple estava lendo seu jornal, quando, ao verificar as notas de nascimentos, núpcias e mortes, notou que um velho conhecido seu, Mr. Rafiel, com quem já havia se aliado para solucionar um caso de assassinato no Caribe, havia falecido a pouco tempo, mas ela nunca iria imaginar que ele havia deixado uma pequena fortuna – de 20.000 libras – para ela, se solucionasse um crime que requeria justiça por ter sido julgado erroneamente.

Ela aceitou a proposta e seguiu em frente conforme novas informações iam lhe sendo proporcionadas ao longo de uma excursão das Casas e Jardins Célebres da Grâ-Bretanha, proporcionada pelo Mr. Rafiel.

“Toda coincidência – disse consigo mesma, – é sempre digna de nota.” – Pág. 78

A leveza, a naturalidade, e a genialidade com que a Agatha Christie escreveu e elaborou seus livros, são algumas das características mais marcantes que me levam a apreciar cada vez mais as suas obras.

Assim como em inúmeros de seus livros, em Nêmesis, primeiramente, ela vai dispondo os fatos e os detalhes, desde antes de o detetive em questão ser chamado, até a sua explicação de como solucionou o caso. Levando o leitor a saber de todos os acontecimentos que ajudarão o detetive a resolver o caso ou não.

O que eu acho primordial em um livro do gênero Romance Policial, pois tanto o que está investigando o caso, quanto o leitor, podem desvendar quem é o assassino antes mesmo do final do livro. O detetive não explica suas suposições e deduções no meio da história, ele te leva a interpretar o que está acontecendo e a juntar outras informações por conta própria, algo que também prezo muito nos livros do gênero. Mas, é claro, a escolha é sua se você quiser tentar solucionar o crime antes do fim ou não.

“Tudo o que a gente faz pela primeira vez sempre é interessante.” – Pág. 174

A narrativa corre de forma natural, tão natural, que muitos chegam a achar o início um pouco demorado e intrigante, pois tudo gira em torno de questões como: “que crime é esse de que o Mr. Rafiel está falando?”, “o que aconteceu?”, “por que ele não diz logo que crime é esse?”; questões que também preenchem a cabeça de Miss Marple. Cheguei a pensar em pular algumas páginas pra descobrir o que aconteceria, mas contive minha ansiedade. Podem ter certeza que a melhor coisa a se fazer é seguir a narrativa e os fatos conforme eles são apresentados, mesmo um pequeno detalhe pode fazer uma grande diferença.

“A punição que a gente se impõe sempre se assemelha ao mal que se quer espiar.” – Pág. 251

De fato, uma ótima leitura, já considero esse um dos meus livros preferidos da Agatha. Recomendo a todos, e sempre recomendarei, Agatha Christie é com toda certeza “A Rainha do Crime“, hehe.

Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐ (❤) [favoritado]

Curiosidade: Nêmesis é a deusa grega da vingança e da justiça distributiva.

Espero que tenham gostado!

Beijos e abraços!

Anúncios