Top 8: Os Melhores Livros que li em 2015

Olá, queridos leitores! Tudo bem com vocês?

Semana passada minhas aulas voltaram e foi uma correria por aqui, os únicos momentos que tinha livre eu queria ou dormir ou ler. Mal andei na leitura de A Fúria dos Reis, do George R. R. Martin, mas consegui recuperar o ritmo no feriadão que teve essa semana. Mas voltando ao tema principal deste post…

Desde o comecinho do ano eu estava querendo fazer este post, porém nunca me animava ou nunca dava tempo, mas aqui estou e enfim irei falar dos melhores livros que li ano passado. Aqueles que me prenderam de tal forma que mal conseguia parar de lê-los, aqueles que conquistaram um lugarzinho especial no meu coração, que contaram estórias maravilhosas e ensinaram algo com ela. Estes lindos são, então:

A Revolução dos Bichos, de George Orwell:

12374_g

Este foi o primeiro livro do George Orwell que li, por recomendação do meu pai. Fiquei maravilhada pela capacidade e criatividade que Orwell teve para recriar o ambiente da época que ocorreu a Revolução Russa, e adaptar tudo isso ao criar esse livro, do ponto de vista de animais, retratando personagens históricos e também criticando aquele período. 

Um ótimo livro, que deveria ser lido por todos. Ele é bem curtinho, e super tranquilo de se ler. Sem precisar já ter um conhecimento prévio sobre a revolução que é retratada na trama. Pretendo ler muitos outros livros do autor futuramente! Recomendo a todos!

[Resenha completa aqui]

O Hobbit, de J. R. R. Tolkien:

images.livrariasaraiva.com.brg

Gente, quem ainda não leu, por favor, largue imediatamente o que está fazendo e vá comprar esse livro! Aconselho aos que quiserem ler O Senhor dos Anéis, que comecem primeiro com esse, pois vai te ajudar – e muito! – a entender melhor a história dos próximos livros. 

Em O Hobbit, Tolkien narra a aventura de Bilbo Bolseiro, um hobbit, junto de 13 companheiros inusitados, 12 anões e um mago, Gandalf, o Cinzento – que ora acompanha eles ora some e anda por outros lugares desconhecidos a nós, leitores. Em busca do tesouro roubado dos anões por Smaug, o dragão. Enfrentando Orcs e inúmeras dificuldades pelo caminho.

[Resenha completa aqui]

O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien:

ArquivoExibir.aspx

Acho que já deu para perceber que o Tolkien é um dos meus escritores preferidos.

O Um anel, anteriormente encontrado ao acaso por Bilbo, havia ficado aos cuidados de seu sobrinho, Frodo. Esse era um anel extremamente perigoso, e tentador por conter um grande poder, diante disso, Frodo e mais oito pessoas, foram designados a levar esse anel de volta a Mordor e destruí-lo no vulcão onde antes havia sido forjado. E assim acabar com todo o mal que ele estava provocando.

[Resenha completa aqui]

img_20150812_141955.jpg

O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry:

Este, até agora, é o livro mais fofo que li e me levou a refletir. Daqueles que eu leria de novo, e de novo, e de novo… Se vocês ainda não leram, corram para uma livraria imediatamente!

Um piloto de avião havia caído no meio do deserto do Saara, estava sozinho tentando consertar o seu avião quando foi abordado por um menino, o Pequeno Príncipe. Conversando com ele, o piloto, narrador da história, vai aprendendo inúmeras coisas, e percebe o que é realmente importante em sua vida.

[Resenha completa aqui]

2015-12-11-18-45-49_deco.jpg

Trono de Vidro, de Sarah J. Maas:

Esta é uma história repleta de magia, mistérios e ação, com uma assassina profissional como personagem principal, chamada Celaena Sardothien. No início, este não era um dos meus preferidos, achei o primeiro livro bom, sem nada de extraordinário, porém ao desenvolver da história, começou a melhorar até se tornar um dos meus queridinhos.

[Resenha completa aqui]

12424700_1014871448559650_800242033_n(1)

E Não Sobrou Nenhum, de Agatha Christie:

Este, na minha opinião, é um dos melhores livros que já li da Agatha Christie. Por ter sido escrito diferentemente dos seus outros livros. Recomendo-o com toda certeza!

Dez pessoas foram chamados a uma ilha pelo misterioso Mr. Owen, um provável milionário que ainda nem havia aparecido na ilha para a qual convidara aquelas pessoas. Um fato interessante é que em todos os quartos da mansão, há uma moldura com a cantiga infantil: “Dez soldadinhos saem para jantar./ a fome os move;/ um engasgou, e então sobraram nove […].” Tomando ares de terror quando começa a se tornar realidade.

[Resenha completa aqui]

12301212_545475185609477_1055072137_n

The Maze Runner, de James Dashner:

Ação. Esta é com certeza a palavra que define estes livros. A cada capítulo é uma nova surpresa, este é um livro que te prende e não solta mais até a história acabar. Creio que a maioria já conheça a história, por isso não irei fazer um breve resumo, mas aos que ainda não leram e quiserem saber um pouco mais da trama é só ler a resenha clicando aqui.

wpid-2015-10-13-15-08-20_deco.jpg

Graça, de Max Lucado:

No livro Graça, o Max Lucado vai nos expicando, de forma leve e super agrável, em meio a lágrimas e risos do leitor, o verdadeiro significado da graça de Deus, que é abundante e incrivelmente maravilhosa. Um livro lindíssimo e que todos deveriam ler. Leiam! Vocês não vão se arrepender!

[Resenha completa aqui]

wpid-2015-08-05-01.33.09-1.jpg.jpeg

E esses foram os meus favoritos do ano passado. Quais foram os de vocês? Contem nos comentários! 😉

Beijos e abraços!

Anúncios